RITUAIS DE PURIFICAÇÃO

ritual de purificação com água em um templo budista de Miamar
A purificação é uma prática fundamental em toda a prática budista e shintoísta. É por ela que o homem se liberta, regressando ao seu estado inicial de pureza. Para a purificação, que antecede qualquer ato religioso, particular ou comunitário, utilizam-se diversos ritos, que assumem formas diferentes, mas a prática mais comum é a purificação através das águas.
Segundo o Shintoísmo, os kami não suportam a impureza, e sempre são realizados rituais antes do início de quaisquer culto, para purificar os participantes, os objectos e as oferendas. 
A água é tida como poderoso elemento purificador, crença já muito antiga, pois é referida na mitologia: "... o Deus Izanagi, depois de fugir do inferno, banhou-se na água dum rio, para se purificar das imundícies contraídas naquele lugar..."
Ao banhar-se ou lavar-se na água, os seguidores do Shintoísmo acreditam obter a purificação das impurezas, tanto das voluntárias como das involuntárias. Pela água, purifica-se o corpo e a alma
O templos budistas costumam comemorar o ano novo com um ritual de purificação em massa, que se transforma em uma grande brincadeira, onde uns jogam água um nos outros. Segundo a tradição, a água tem o poder de levar embora todos os problemas do ano interior.  
No Jardim Japonês o Chozubachi e Tsukubai, são os meios usados como rituais de purificação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário, sugestões e correções: deixe seu recado aqui.